terça-feira, 25 de setembro de 2012

Filme - The Secret Diaries of Miss Anne Lister


Já tem um bom tempo que assisti a este filme, a primeira vez que tinha escutado falar foi em uma programa patrocinado pelo disponivel.com e apresetado por um casal de lésbicas, sócias em uma editora de livros com a temática gay, mais especificamente lésbico. Pois é, um selo lésbico de livros existe no Brasil gente! 

A vida de Anne Lister foi muito interessante, tanta coragem em uma pessoa me faz ficar feliz. Acho que só com pessoas como ela e como a maioria dos blogayros inclusive é que acredito que as coisas neste mundo podem mudar. Que os gays podem ser aceitos.

Para quem tiver um tempinho eu indico este filme. História linda de mulheres de muita coragem.

Sobre o blog, sim, estou sumido, agora estou vindo para a faculdade com o notebook, daí fica mais fácil, vou aproveitar os tempos que tenho para ler os blogs que gosto e escrever aqui, já que agora estes pequenos intervalos que tenho entre aulas e trabalho é o único tempo que tenho.

E só uma coisa, eu acho que gostei mesmo daquele cinema. Na verdade nem tanto, mas como não tenho tempo para procurar nada e não tenho saido para baladas gays, com amigos gays e coisas do tipo acabo tendo de procurar em algum lugar quando surto e mesmo assim tem de ser programado. Digo isto porque estou pensando em fazer uma breve visita amanhã e espero ter outras histórias para contar.

7 comentários:

  1. todas essas pessoas de coragem, tinham alguém. esse alguém era o motivo para quererem um mundo mais justo e lutar. ninguem luta sozinho sem ter apoio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito nisto, mas não muito. A coragem vem da gente, não do outro. Ter alguém ajuda, com certeza, mas vc tem de ter muita coragem para começar de novo quando acabar com esta pessoa, ou esta pessoa morrer ou sei lá... E isso é nosso, de cada um. E acho que só quando cada um encontra nisso nele mesmo é que vai ter alguém e ser capaz de ser feliz e fazer a pessoa feliz.

      Excluir
  2. concordo com o Drama, qndo se está sozinho não existem motivos para lutar, vc acaba somente vivendo.

    ResponderExcluir
  3. Hummmmmmmmmmmm... não conhecia... vou ver se "cato" por aqui... valeu a dica, sumidinho! E - CLARO - que adorei todos teus comments... me divirto contigo, guri! Bjonas!

    ResponderExcluir
  4. Grato pelo comment, queridão! Dá algum trabalho, sim... mas a saUtisfação compensa... hehehe! Bjão e ótimo fds!

    ResponderExcluir
  5. Bom, eu acho que o exemplo do outro sempre tem uma mínima influência sobre a gente. Então, concordo parcialmente com O Rei do Drama...

    Ah, aguardamos suas descrições dessa fase cinemão: é uma forma de matar a saudade e gozar com o pau dos outros... Huahuahauhauahuahau

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha, sobre cinemão... hj teve mais!!!

      Excluir