quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Número Setenta e Três, etc...

Eu tenho que começar falando do nº 73, mas sinceramente não é mesmo por isso que estou aqui. Nos encontramos no circuito do centro, aquelas ruas que já falei aqui antes e fomos a um motel próximo. Já era mais ou menos 5 horas da manhã, pouco antes disso, acho. Estavamos os dois levemente bêbados. Ele foi quem meteu, mas tava seco e doeu pra caralho, mesmo com o tamanho "normal" do instrumento.

Era um cara bonito, de Brasília, mas que já mora aqui a algum tempo, 27 anos, corpo ok e bem safado. Não foi a melhor foda, mas foi ok, valeu uma nota 7.

E agora vou falar do motivo real de estar aqui. ANDO TÃO CANSADO! NADA, NADA DA CERTO! Pois é, ontem fiz o processo seletivo e mais uma vez, com certeza, terei uma resposta negativa. O pior... pelo mesmo problema da vez anterior.

Na hora de me apresentar, falar das experiências que tenho, o porque de querer trabalhar naquela empresa eu acabo com tudo. Fui bem melhor que a última vez, mas em processos super concorridos um O.K não garante nada e me corta logo de cara.

Eu fico nervoso e começo a falar rápido, é notável e até "palpável" meu desconforto e com isso eu estou FORA! Sempre fui um pouco tímido e travado, com toda certeza melhorei muito com a idade, mas não sou uma pessoa super confiante e em algumas situações isso acaba comigo. Aqui no escritório foi mais ou menos assim, quando entrei eu travava para conseguir falar, me expressar com clareza e até hoje, depois de quase 3 meses acontece, apesar de já raramente, mas ainda acontece.

Tem mais, não fosse por isso tenho CERTEZA que eu estaria dentro. De 4 provas acho que fechei 3. As provas para mim são moleza, mas acho que se não passo em uma coisa eles nem devem corrigir, já que o número de candidatos é enorme.

Preciso mudar isso, aprender a falar, a me manter calmo, projetar minha voz, falar P A U S A D A M E N T E, mas não sei como. Estou casando de falhar. Foram duas vezes, tem gente que pode falar que é pouco, mas pra mim é demais, até porque sei que sou capaz, que sou inteligente, mas este emocional de merda não me deixa passar, não me deixa melhorar.

Estou falando disso na situação de emprego, mas muitos outros pontos de minha vida também são afetados, todos os pontos na verdade e não sei como melhorar. Engraçado que pelo blog poucos devem achar que sou tímido e que tenho dificuldade em lidar com pessoas, né?

Bom, agora o que me resta é esperar 1 fucking year para participar dos precossos que quero e procurar uma forma de me soltar, de conseguir controlar meus nervos, minha timidez, isso se eu aguentar a idéia de falhar novamente.

Acho que preciso de um curso de Marketing Pessoal ou de Oratória ao menos, mas quando estar características são nossas, de uma vida toda, é possível mudar? Hábito ou Personalidade?

E assim que cheguei a este ponto, que é um rascunho, fiel ao que fiz no escritório hoje pela manhã, exatamente às 11:25 eles me ligaram, chamando para a próxima etapa! E eu fiquei logo com um sorriso bobo no rosto, de puto contentamento e perdi a força, fiquei mole, não esperava por essa. E tenho certeza que corrigiram minha prova e que AMANHÃ preciso acabar com este hábito, preciso falar devagar, me expressar bem, preciso passar.

11 comentários:

  1. Cara, tenho esse mesmo problema que você... Sabe uma dica infalível? Fazer terapia! Tá, é uma coisa mais a longo prazo e não tão fácil pelo custo, mas vale demais!

    Antes de fazer terapia eu me virava ensaiando bem o que falar no espelho. No começo você se sente um idiota, mas é bom pra aprender a ver como fala rápido, melhorar sua expressão facial, seus gestos... Enfim, pode parecer estranho ou besteira, mas falar frente ao espelho pode ajudar a começar a melhorar!

    De qualquer forma, boa sorte nas próximas etapas e pra aliviar um pouco a ansiedade é bom respirar pela barriga (pelo diafragma). Relaxa bastante e funcionou pra mim quando precisei. É isso.

    Abração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado! Vou seguir a dica com toda certeza.

      Excluir
  2. Eu fecho com o Freddie... ia escrever exatamente isso, o lance de respirar pela barriga é muito bacana e dá uma boa relaxada na hora. Além disso, durante o processo apenas lembre de respirar!!!

    Vai treinando e pensamentos positivos meu caro... são sempre 50% de chance, então porque acreditar que vai dar errado? Vambora pensar que vai dar certo!

    Abração e boa sorte!

    ResponderExcluir
  3. o diagnóstico foi preciso ... agora ação querido ... boa sorte ... torcendo muito por vc ...

    ResponderExcluir
  4. Eu também sou assim, Otávio. Cursos bons de oratória são caros, mas são um investimento pra toda vida. Ano passado fiz um bem basicão e já valeu a pena. Tente. :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou fazer sim, e aqui tem um da OAB que é só 80 reais.

      Excluir
  5. já pensou em cursos para falar em público?
    testar na frente do espelho ou cantar em um coral também podem ajudar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, vou fazer um curso de oratória, acho que em dezembro ou janeiro...

      Cantar nao é possível, o povo nao aguentaria.. rs (sou péssimo)

      Testar na frente do espelho é uma boa, vou sim passar a fazer isso.

      Excluir
  6. Se a emoção influencia em várias áreas da sua vida, também recomendo a terapia. Pq o problema não é só o "falar", mas sim o "sentir"...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. já fiz terapia durante algum tempo, e até toparia continuar, mas ando precisando de dinheiro... enfim...

      Excluir
  7. e como ficou o trabalho novo, passou na seleção? não fique tão ansioso, eu trabalho com recrutamento e um bom recrutador sabe "limpar" as imperfeiçoes se apessoa tem potencial, e vc ta começando na carreira! vai em frente!

    ResponderExcluir