quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Número Dezoito


Comecei meu dia levando mina irmã para uma aula que ela tinha em um hospital, engraçado é que mesmo depois de um semestre de faculdade ela não sabia onde era exatamente o raio do hospital, por sorte eu sabia e não dei muita volta. Cheguei quase na hora certa para minha aula, dobradinha de prática jurídica, onde descubro que não lembro de muita coisa e vou aprender a fazer as peças, finalmente. Aprender de alguma forma a trabalhar, a como funciona no “mundo real”. Depois de duas aulas, pouco antes do meio-dia fui a secretaria da faculdade, precisava entrar com um processo, tentando finalmente resolver minha vida para formar este ano, claro, vai demorar e vou perder muitas aulas e depois de pronto, se negado terei de entrar com um mandato de segurança para me matricular na porcaria da matéria. Pois é, tenho achado minha vida um pouco estressante.
Depois de mais de duas horas, perdendo minha aula da tarde, fui atendido. Chequei se um processo antigo tinha se resolvido, como sempre não, também se minhas matérias do intercâmbio que fiz (até 2011) já tinham sido adicionadas na minha grade, como aprovado, também não, teriam de mandar o processo novamente para o departamento de direito, já que depois de analisar o processo os “queridos” não lançaram as matérias. Além disso, claro, protocolei o bendito processo.
Dei uma passadinha rápida na aula e fui embora, não aguentei ficar, estava cansado da faculdade e não tinha paciência para aula de ética. Cheguei pouco depois das 15hs em casa e por sorte eu estava de folga do trabalho. Assisti um episódio de Cake Boss com minha mãe, conversamos um pouco e fui tomar um banho e me preparar para alguma coisa. Pensei em ir ao cinema, mas desisti para ir a sauna, estava louco pra transar. Já tinha tempo que não fazia nada e mais tempo ainda que não era passivo.
Me arrumei e estava com certa preguiça de ir pra sauna. Entrei no bate papo por pouco tempo e conheci um cara bem interessante, quarenta e poucos anos, muito bonito, cara de safado, achei mesmo que não rolaria nada. Coloquei uma roupa para ir a sauna e disse a ele que iria dar uma volta. Ele me perguntou onde eu iria, disse que pensei em ir ao shopping, cinema, algo assim. Me convidou para sua casa, claro, perdi a pressa de sair e falamos mais um pouco, pra ver se nos encontraríamos mesmo.
Depois de alguns minutos eu estava em sua casa, o sexo foi um pouco frustrante, frio. Não nos beijamos, não demorou, não teve carinho, não teve muito toque, enfim, é como em geral eu sou, mas sei lá eu porque, estava esperando mais. Mais sacanagem, mais putaria, mais. Chupei o pau dele, o saco dele, rapidamente seu peito e ele já foi me comer. Fiquei de 4 na escada do apartamento dele, que me comeu muito bem. Foi realmente uma metida gostosa, apesar dos problemas. Depois de um tempo virei para chupar seu pau e me masturbar. Ele gozou na minha cara enquanto eu batia punheta e gozava em minha barriga.
Me lavei no lavabo mesmo, nos despedimos e pronto, a típica foda que eu já gostei. Gostosa, merece uma nota 8, e isso só porque não demorou mais e não teve mais pegação, ele teria ganhado um dez facilmente se tivesse rolado tudo o que deveria. A verdade é que estou exausto de minhas atividades não sexuais e ainda solitário, precisando de carinho, atenção, um namorado.
O problema? Sinceramente, como estou hoje, meu corpo, a beleza que tenho, a falta de dinheiro, tudo isso, sei que não sou atraente. Realmente eu já fui acostumado a ser desejado, já tive certo dinheiro e isto me trava, sou realista. Eu não acho que mereço alguma coisa, sendo assim, claro, não vai acontecer. Quero ficar bonito e isto é difícil, ainda mais com tanta pressão, minha ansiedade quase chega no céu e com isto eu como e vira um ciclo. Quero emagrecer, fico frustrado, como. Quero ganhar dinheiro, sei que tenho de formar, de trabalhar muito, resolver muitas coisas antes, fico frustrado e como. Pago academia e como é o único tempo que tenho para mim, não apareço, fico frustrado e como. Não é fácil quebrar um vício.


Ps1: Pois é, tive de ir mais ou menos cedo pra casa do tal cara, tinha prometido fazer um risoto aqui em casa, só para mãe e irmão, nada demais, mas só tenho uma folga na semana e por alguns motivos não deu certo antes, sendo assim, hoje estava tudo certo. Cheguei e fui cozinhar. Me distraiu. Foi bacana. Só queria compartilhar esta parte divertida também.
Fiz um risoto de carne com bastante queijo, esqueci de comprar salsa, manjericão, alho poró, cogumelos e quase tudo, fui no bem básico mesmo, só coloquei tomate no começo que liberou uma acidez gostosa que fez uma diferença. Pelo menos todos gostaram, foi divertido. Gosto de cozinhar.

Ps2: Confesso que foi uma delícia escrever este post. Não me prender no sexo, que nem foi tão bom, mas me abrir um pouco, sobre os problemas, não sendo tão divertido como a maioria das pessoas gostam, mas também falando de cozinhar, faculdade, enfim, tive prazer em escrever este post e sinceramente, espero que tenha ficado mais bem escrito que alguns. 

12 comentários:

  1. Gostei deste post, ficamos sabendo mais de você além da parte sexual. Que curso você faz?

    ResponderExcluir
  2. Você faz direito??? Um homem da lei, então? Hehehehe! Concordo com o anônimo acima: bom saber mais de ti - fora da cama... hehe! Hugzão, querido!

    ResponderExcluir
  3. sim gostei tb de saber mais de ti fora da cama ...

    beijão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fred e Paulo, já tenho um post enorme preparado pra falar um pouco mais de mim. :D

      Excluir
  4. Suspeito que ja conheci vc, se for quem vi pelo meu celular vc é mto e lindinho. E carencia passa, com sorvete, bombons. Estou numa ansia por comida que nunca tive, um estado de nervosismo e ansiedade 'bsurda. Suspeitei que era Direito no decorrer do texto.
    Imagino que vc esta sentido falta do carinho do sexo. Deitar de conchinha, contar bobagens depois do sexo torna melhor. E isso tende a ocorrer mais quando esta namorando. Eu msm n traso nem fico com ninguem tem 2 meses qse 3.Perdi a vontade de ficar por ficar, essa coisa fria. tanto que as ultimas transas foram HORRIVEIS, lembro de qse levantar e ir embora no meio do sexo.

    ResponderExcluir
  5. bem, como eu te acompanho há tempos não era novidade sua faculdade e o intercâmbio.
    e assim: se vc não está se sentindo bem com sua aparência, amigo, precisa tomar coragem pra mudar isso. vc sabe que é apenas isso que pode fazer algo mudar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sim, é verdade FOXX, mas é TÃO difícil.

      Excluir
  6. Hello, obrigado pelo link do curso. Pois é, devo concordar... A Carrie é ótima e logo se tornará repetitiva sim. Mas enquanto não fica, vamos aproveitando. Hehehe Uru, e o nosso café? Precisamos agendar, oras... os blogueiros vivem se encontrando na sampa, no rio, na minas... rs. é a vez do Goiás. Mande seu fone para homotoon@gmail.com

    Agora vamos ao post
    - Sobre o curso, só posso desejar boa sorte com o processo. Não sei todos os detalhes, mas enfim, no geral são demorados - mas se a gente se dedicar um pouquinho vale a pena no final.
    - Você disse que o sexo foi frustante, mas acredito que isso é equivoco. Afinal, vc disse que o cara mete bem. Rs. Então, frustante mesmo é que você anda precisando de mais, por isso pareceu frustante pra vc. Afinal, não dá pra esperar carinho de sexo sem compromisso - a não ser que você conheça a pessoa um pouco, pelo menos.
    - Acredito que você deva se concentrar no presente... Esse negócio de viver remoendo o passado é besteria e não leva a lugar nenhum. Você não foi bonito, acredito que ainda é, mas com os quilinhos a mais anda pensando que é um ogro. Também estou com esse problema de anciedade = COMER COMER COMER. Hoje mesmo estava pensando... Gente mas como sou idiota! Ao invés de comer vou levantar peso - rs. Será difícil a troca, já que comer é bem mais prazeroso, porém é fazer um esforço.

    Enfim, o que você precisa muito agora é ter uma coisa absolutamente difícil pra quem é novo = PACIÊNCIA. Não importa quantos conselhos recebemos, sempre ignoramos. Mas agora me arrependo... Coisa mais antiga (e de pai e mãe) - né!?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha, obrigado, você tem razão.. Paciência!!!

      Vou mandar o fone!

      Excluir
  7. Oi Otávio, tudo bem?
    Que legal, foi mais aberta que as outras postagens suas, acho que por ter um pouco de desabafo ficou mais interessante. Não que os relatos ñ sejam, rsrsrs.
    Legal vc gostar de cozinhar, eu amo, modestia parte cozinho super bem, rs.
    Se cuida
    Bjo

    ResponderExcluir